Notícias

BMW anuncia moto de baixa cilindrada

Anunciada ainda em 2015, a BMW lançará no Brasil seu modelo com mais baixa cilindrada e por um preço tão baixo quanto. A BMW G 310 R foi mostrada como conceito no Salão Duas Rodas em outubro e lançada logo depois, em novembro, no Salão de Milão na Itália.

Diferente do que alguns pilotos iniciantes pensam, uma moto com mais cilindrada não necessariamente apresenta mais potência. Por exemplo, a CB 600 F Hornet com 600 cilindradas e é capaz de entregar uma potência de 102 cv, já a Bandit com suas 1200 cilindradas entrega somente 98 cv.

Características da BMW G 310 R

A maior novidade apresentada pela G 310 R é o seu motor que entrega 34,4 cavalos de potência e conta com as inéditas 313 cilindradas. Além disso, o lançamento da BMW apresenta duplo comando de válvulas, injeção eletrônica e refrigeração liquida. Seu torque do motor é de 22,85 kgfm.

A BMW G 310 R chega para competir com a Honda CB Twister e Yamaha Fazer 250 diretamente, porém a versão da BMW apresenta um produto mais premium e que visa a mesma faixa de público. Sua suspensão é do tipo invertido, que estão presentes nas motos com mais cilindradas. E os dois eixos contam com freio a disco.

Com cilindro inclinado pra trás e cabeçote rotacionado a 180 graus, o propulsor da G 310 R é responsável por empurrar os 158,5 kg da motocicleta, permitindo que a moto se tornasse mais ágil, segundo a fabricante. O modelo da também poderosa S 1000 R apresenta design semelhante ao lançamento da BMW e inclui rodas de 17 polegadas, altura do assento de 78,5 centímetros e peso em ordem de marcha de 158,5 kg.

Produção e distribuição da BMW G 310 R

Ainda no Salão Duas Roda, os dirigentes da BMW anunciou que “a BMW G 310 R foi toda desenvolvida na Alemanha e será produzida na Índia”. Agora que o modelo está chegando ao Brasil, as peças são encaminhadas para cá para realizar o processo de montagem. O modelo é produzido pela terceira maior fabricante de motos da Índia, a TVS, que também produz a Dafra Apache.

Há o questionamento se essa produção entregue nas mãos da indiana TVS alteraria o produto da BMW. De acordo com os dirigentes, não. “Continua sendo uma moto 100% BMW, com qualidade BMW, desenvolvida na Alemanha e com engenharia alemã”, disse ele.

No Brasil, a moto será montada em Manaus e, para isso, foram destinados um total de 4 milhões de euros para o investimento nas montadoras do nosso país. Por ser montagem em solo brasileiro, a BMW G 310 R pode ganhar um preço mais camarada. Estima-se que sejam cobrados R$21.900 pela moto, fazendo com que seja o modelo da BMW com preço mais baixo do mercado. A distância entre o preço do lançamento para a segunda mais barata é de mais de R$20.000.