Motos

Yamaha Neo 125 – Lançamento

A Yamaha está brigando muito para estar no topo de vendas de scooters no Brasil, sendo que a líder continua sendo a poderosa Honda com o modelo PCX. Recentemente a rival da Yamaha lançou o modelo SH 150i, uma versão mais enxuta da SH 300i e ainda assim mais completa que a própria PCX.

Antes do lançamento da nova SH, a Yamaha já havia movimentado o mercado em 2016 com a sua novidade. A volta da scooter Neo, depois de 5 anos aposentada, foi algo que surpreendeu. O veículo de baixa cilindrada entrou na briga sendo a mais barata da categoria, servindo como uma ótima opção para quem busca mobilidade e preços mais em conta.

A Neo 125 pode ter menor desempenho que as suas concorrentes, mas oferece um bom pacote por um preço que atrai bastante o consumidor. No comparativo de vendas do mês de fevereiro, a Neo conseguiu vender mais do que sua “irmã” mais velha, a NMax 160.

Ainda faltam muitos passos para a Yamaha alcançar sua rival Honda, porém a empresa japonesa está na busca do topo e ainda consegue trilhar caminhos que oferecem uma variedade de mercado, o que é benéfico para o comprador.

Desempenho de motor da Neo 125

O motor da scooter da Yamaha é um monocilíndrico com 125 cc e arrefecimento feito a ar. No quesito de desempenho de potência, a Neo 125 tem pode atingir uma máxima de 9,8 cv a 8.000 rpm. Ao comparar esses quesitos com modelo mais vendido da Honda, o CPX 150, o motor da Yamaha tem desempenho bem inferior.

O câmbio do Neo 125 é automático e a capacidade do tanque é de 4,2 litros. No final de tudo, a Yamaha não se apoia nos quesitos de desempenho do motor. A aposta está basicamente toda em cima do preço da scooter, que está na faixa 7 mil reais.

Itens de série e design da Neo

Quanto aos itens de série, a Yamaha destaca o freio UBS e o sistema ECO. O primeiro é um sistema de freio unificado e o segundo um está presente no painel, sendo um indicador de quais modos de condução podem ser mais econômicos para a scooter.

Não há muito a se destacar entre os itens de série da Neo 125, afinal o modelo de entrada é   bem simples e isso possibilita que a scooter seja vendida a preços baixos.

Apesar de ser uma scooter e de a Yamaha dizer que ela é a mais leve do mercado, o visual da Neo é bem invocado e apresenta traços ousados para uma moto de baixa cilindrada. Seu desenho também mostra certo conforto na direção, aparentando ser um modelo que consegue rodar bem pelas ruas das cidades grandes.

Para fazer a aquisição da Neo 125 é preciso ter um investimento inicial de R$ 7.990,00. Para compreender melhor o preço, é possível comparar com a Honda CPX (R$ 10.800,00) e com a NMax 160 (R$ 11.690,00). O valor é baixo, mas sabe-se que há o suporte de uma grande montadora por trás dele.